UMA ANÁLISE SOBRE O QUE A ESQUERDA FEZ COM A EDUCAÇÃO NO BRASIL

Paulo Freire, o mentor da educação para a consciência

“Se alguém ainda tinha alguma dúvida, o ranking do Pisa provou de uma vez por todas que a tal “pátria educadora”, que encheu péssimas universidades com péssimos alunos formados por péssimos professores, era apenas um embuste. Distribuir diplomas a pessoas de baixa inteligência, nenhum talento, estúpidas, cotistas, etc, é como carimbar o traseiro de bois e vacas que estão indo para o abate (neste caso justificável).

Na nossa cultura deformada pelo ‘coitadismo’, ou para falar mais academicamente, pelo ethos-igualitarista moderno, teimamos em achar que a Universidade é para todos. Nunca foi e nunca será. Essa é uma das maiores mentiras da modernidade. A decadência da civilização se iniciou com a universalização do ensino, com a troca da formação espiritual e intelectual puras, “ars gratia artis” no sentido aristotélico, pelo adestramento meramente utilitarista para fins de sobrevivência. Universidade é para uma elite intelectual. É para quem realmente tem talentos, gosta de estudar e tem uma inteligência privilegiada. Sua prioridade é produzir conhecimento e não formar mão de obra …e muito menos ainda formar militantes revolucionários que irão implantar o comunismo no país.

Para formar profissionais e mão de obra existe o ensino técnico e profissionalizante. As oportunidades que devem ser oferecidas a todos é a de uma boa formação de base onde, por meio da meritocracia, serão revelados aqueles mais capazes de ir para a Universidade PRODUZIR CONHECIMENTO. Transformar todo mundo em universitário apenas para não ferir a autoestima do jovem maconheiro que usa piercing no nariz e alargador na orelha é algo completamente estúpido! Tudo que o governo do PT conseguiu foi queimar centenas e centenas de bilhões de reais para produzir o pior, o mais idiota, o mais ignorante, o mais analfabeto, e por consequência o mais mimado, alienado e arrogante aluno do mundo!

Nivelaram todo mundo por baixo, destruíram qualquer possibilidade de formar uma verdadeira elite intelectual para o país. São mais de duas décadas jogadas inteiramente no lixo! Trocaram a meritocracia (de alunos e professores) pela “universalização”, pela “política de cotas” e pela “ideologização”.

Nunca reconhecendo que as pessoas são essencialmente diferentes, umas mais inteligentes, mais capazes e mais esforçadas que as outras, enfiam goela abaixo de todos o maldito igualitarismo que sempre favorecerá o vulgar, o grosseiro e o ignorante. Sempre nivelará por baixo, rebaixará a tudo e a todos e produzirá os piores resultados. Reúna vários alunos inteligentes e todos se tornarão mais inteligentes ainda. Cerquem um gênio de medíocres e vulgares e testemunhará sua lenta e gradual decadência.

Numa era em que a humanidade enfrenta a sua mais radical transformação tecnológica, a civilização cibernética põe em cheque toda a cultura humanista, há uma mudança profunda de quase todos os paradigmas científicos, sociais e econômicos; nanotecnologia, microbiologia, projeto genoma, matriz energética, 5G e 6G, Internet das coisas, etc., nós gastamos trilhões em 20 anos para produzir uma geração “Nem Nem” de mimados, estúpidos, deprimidos, feminilizados, vazios, idiotas e arrogantes que votam no PSOL e morrem de medo de se tornar adultos. Uma legião de falsos graduados sem possibilidade de emprego, endividados com o FIES, caminhando para a meia idade, morando com os pais e frequentando a marcha da maconha porque precisam urgentemente legalizar seu suicídio.”

Texto de Maurício Mühlmann Erthal

Compartilhe:

154 thoughts on “UMA ANÁLISE SOBRE O QUE A ESQUERDA FEZ COM A EDUCAÇÃO NO BRASIL

  • Avatar
    14 de dezembro, 2019 em 11:47
    Permalink

    texto duro, até agressivo, mas em total coerência com a realidade. Triste ter que concordar.

    Resposta
    • Avatar
      31 de dezembro, 2019 em 11:04
      Permalink

      Parece que todo universitário que se forma deve continuar só elocubrando ideias, ficar barbudinho em mesa de bar, etc. Quem se forma na Faculdade de Medicina não deve ir trabalhar no hospital: isso é para quem faz curso técnico de medicina… Mais sensata é a resposta da Karla aí de baixo.

      Resposta
    • Avatar
      4 de janeiro, 2020 em 20:37
      Permalink

      O texto é lamentável, generalista, preconceituoso, arrogante e descolado da realidade. Mostra que só conhece e pouco o sul do Brasil. Comunistas? Nem o Partido Comunista o é…

      Resposta
    • Avatar
      5 de janeiro, 2020 em 11:17
      Permalink

      Quem é este ser humano na fila do pão???

      Resposta
  • Avatar
    16 de dezembro, 2019 em 23:46
    Permalink

    Melhor texto dos últimos tempos. De uma lucidez e clareza ímpar.
    Contra fatos não há argumentos.

    Resposta
    • Avatar
      5 de janeiro, 2020 em 1:39
      Permalink

      Vc deve ser de classe a ou não analisa com imparcialidade

      Resposta
  • Avatar
    21 de dezembro, 2019 em 10:47
    Permalink

    Texto extremamente preconceituoso e rasteiro sob a perspectiva analítica. Atribuir aos cotistas a culpa pelo trágico desempenho dos estudantes brasileiros é, no mínimo, covardia e desonestidade intelectual. Antes de cedermos ao apelo fácil e verborrágico do autor, precisamos compreender que o cotista (bem ou mal sucedido na universidade) é exceção. A cota é a “parcelinha” que o Estado destina àqueles que ele considera que precisam dela. Cota é parcela mínima, não regra. Dito isso, como justificar, então, o desempenho pífio da maioria dos estudantes brasileiros nessas avaliações que mensuram a qualidade do ensino superior? O problema é amplo e multicausal. A culpa não é do pobre que teve a oportunidade, ainda que pela via assistencialista, de chegar ao ensino superior. Não é daquele que financiou seus estudos em 500 parcelas, para ser o primeiro diplomado da família. Esses, aliás, costuma valorizar a oportunidade que a vida lhes dá . O problema está nas bases da educação do Brasil, nas políticas educacionais. Tratá-lo como uma questão de classe social é tão ridiculo quanto dizer que a “capacidade intelectual” está vinculada ao tamanho da conta bancária da família. O discurso do autor chega a ser lamentável. Para ele, que certamente vem de um berço privilegiado, quem nasceu pobre deve continuar servindo aos ricos de família e ser grato a eles por isso; jamais poderá sonhar com uma condição melhor para si e para os seus. Só para constar: não sou , ou fui, cotista, nem simpatizante/ militante da esquerda, só não me lambuzo no discurso preconceituoso de quem acha que o poder econômico eleva as pessoas a patamares superiores.

    Resposta
    • Avatar
      21 de dezembro, 2019 em 10:54
      Permalink

      Texto extremamente preconceituoso e rasteiro sob a perspectiva analítica. Atribuir aos cotistas a culpa pelo trágico desempenho dos estudantes brasileiros é, no mínimo, covardia e desonestidade intelectual. Antes de cedermos ao apelo fácil e verborrágico do autor, precisamos compreender que o cotista (bem ou mal sucedido na universidade) é exceção. A cota é a “parcelinha” que o Estado destina àqueles que ele considera que precisam dela. Cota é parcela mínima, não regra. Dito isso, como justificar, então, o desempenho pífio da maioria dos estudantes brasileiros nessas avaliações que mensuram a qualidade do ensino superior? O problema é amplo e multicausal. A culpa não é do pobre que teve a oportunidade, ainda que pela via assistencialista, de chegar ao ensino superior. Não é daquele que financiou seus estudos em 500 parcelas, para ser o primeiro diplomado da família. Esses, aliás, costumam valorizar a oportunidade que a vida lhes dá . O problema está nas bases da educação do Brasil, nas políticas educacionais. Tratá-lo como uma questão de classe social é tão ridículo quanto dizer que a “capacidade intelectual” está vinculada ao tamanho da conta bancária da família. O discurso do autor chega a ser lamentável. Para ele, que certamente vem de um berço privilegiado, quem nasceu pobre deve continuar servindo aos ricos de família e ser grato a eles por isso; jamais poderá sonhar com uma condição melhor para si e para os seus. Só para constar: não sou , ou fui, cotista, nem simpatizante/ militante da esquerda, só não me lambuzo no discurso preconceituoso de quem acha que o poder econômico eleva as pessoas a patamares superiores.

      *Texto reeditado por ter saído com erros de digitação.

      Resposta
    • Avatar
      31 de dezembro, 2019 em 7:46
      Permalink

      O texto é claro! Cotista oportunista, mão cansada. Simpatizante da maconha!!! Parabéns Maurício!!!!

      Resposta
      • Avatar
        5 de janeiro, 2020 em 1:45
        Permalink

        Deixa de ser parcial.vc é inteligente.esse texto é claramente tendencioso.incoerente. tiraria zero se fosse redação.

        Resposta
      • Avatar
        11 de julho, 2020 em 13:45
        Permalink

        O autor não atribui ao cotista o fracasso da universidade pública brasileira.

        Resposta
  • Avatar
    22 de dezembro, 2019 em 11:42
    Permalink

    Texto muito bom, não existe universidade para todos. Universidade é competência! Não é escancarando as portas da universidade que vai solucionar a deficiência do ensino básico e tampouco da baixa qualidade intelectual dos que querem nela ingressar. Sistema de cotas é lamentável!

    Resposta
  • Avatar
    29 de dezembro, 2019 em 10:55
    Permalink

    O texto é muito claro: é preciso cuidar da educação básica, o próprio nome já diz! Tenho exemplos maravilhosos de familiares de sucesso, frutos da escola técnica e profissionalizante. Meu pai é um exemplo vivo: com o curso de Contabilidade, voou alto como bancário até se aposentar. Ainda criança, acompanhei o seu empenho: de office boy a gerente regional do Banco em que trabalhou. Como professora da educação superior há mais de 20 anos, por paixão, vocação, vejo a decadência do pensar por todos os lados… Cursos transformando seus curríulos em caixas de conteúdos para atender a demanda: professores despreparados e alunos precisando serem nivelados, porque vêm de um ensino básico que é um fiasco. Analfabetos funcionais em todos os sentidos!

    Resposta
  • Avatar
    30 de dezembro, 2019 em 22:52
    Permalink

    Achei o texto muito verdadeiro. Um desabafo de todo brasileiro que tenha mais de 40 anos de idade, e ame a educação, a escola, como um meio de desenvolvimento da humanidade. As criticas são um lamentável ‘Rx’ de nossa realidade. Preconceituoso foi o projeto de ensino massificante, sem qualidade, que nao acredita no povo brasileiro, que não permite desenvolver as qualidades e os diferentes dons de cada um, preferindo criar diplomas do que dar instrumentos e chance universal a todos. Apesar de bem realista, o texto poderia ter sido um pouco mais elegante.

    Resposta
    • Avatar
      5 de janeiro, 2020 em 1:49
      Permalink

      Achar algo muito verdadeiro é ótimo.Entao há coisas que podem ser pouco verdadeiras também?aprenda que algo ou é verdadeiro ou não é.

      Resposta
  • Avatar
    31 de dezembro, 2019 em 9:40
    Permalink

    texto lixo. Com certeza o autor não e da educação.

    Resposta
  • Avatar
    2 de janeiro, 2020 em 22:29
    Permalink

    Verdade que muitos querem escrever ou dizer, mas poucos um só teve a coragem de escrever de forma clara e sem embromação, para quem não quer entender talvez vai ter que desenhar.

    Resposta
  • Avatar
    3 de janeiro, 2020 em 9:18
    Permalink

    A manifestação do Autor é “caolha”…. apesar de coerente e correta. A massificação do Ensino Superior, que não trouxe efetivo avanço tecnológico e de Acervo ao País, não pode responder sozinha pelo resultado pífio do Ensino demonstrado pelo PISA. Se avaliarmos sem paixões políticas, este processo de massificação, que se iniciou antes da era PT e que foi habilmente “abraçada” pelos “cumpanhêros” precisa agora de um processo de Qualificação. Como ondas de “massifica-qualifica”, somente a conclusão deste Processo irá trazer efetivo avanço. A parte fácil foi feita. E EU QUERO É VER QUEM É A CORRENTE POLÍTICA QUE VAI ABRAÇAR ESTA CAUSA, pois não existe nenhuma delas interessada em ver nossa população bem informada e culta. Matar a fome, seja com sanduíches de mortadela, coxinhas, ou seja lá qual for o lanchinho, não alimenta. Em linhas gerais, estamos caminhando para o início, um País exportador de Commodities, sem nenhuma tecnologia agregada, pela própria incapacidade político-cívica de querer dar um passo adiante. Talvez uma boa saída para este país alcançar uma renda per capita mais adequada seja a solução de reduzir-se a taxa de natalidade, reduzindo-se a população, transformando o Brasil num Deserto Verde. Mas talvez tenhamos sorte, alguma commoditie (em breve, a água, quem sabe) possa ter mais valor que diamantes….. e aí teremos dificuldades em termos gente para defender este Território gigantesco, onde há tanto por fazer, tanta gente disponível, e ninguém para reger a Orquestra. Falta-nos um Maestro. Alguém se candidata?

    Resposta
    • Avatar
      4 de janeiro, 2020 em 10:08
      Permalink

      Concordo com poucas partes do texto.
      Cotista não é a causa do problema, mas a política aplicada todos esses anos.
      Universidade pública é para todos e devia ter porta aberta. Se um carroceiro quisesse poderia entrar e fazer qualquer curso que quisesse, afinal de contas paga toda a estrutura e os funcionários da instituição. A EAD está aí para isso.
      Que façam cursos à distância e depois prestem exames para obter o diploma.
      Na pior das hipóteses teremos um povo com conhecimento,as sem diploma, que serve para muito mais coisas do que capacitar alguém para trabalhar para os outros.
      Elitizar a boa educação é receita de regimes absolutistas onde castas de “ungidos” determinam o rumo da vida do restante da população, como era no Brasil Colônia, por exemplo.
      A oposição brasileira é um lixo, seja de qual ideologia for. Enquanto não estava no poder a esquerda era a defensora da ho estudar e bradava aos quatro ventos que a direita era corrupta e estava vendendo país. E hoje sabemos que faziam muito pior.
      Onde a direita estava todo esse tempo que não viu essa estratégia de destruição nacional? Por que ficou calada e só agora vem espernear?
      Devemos não apenas ver e divulgar o resultado dos desmandos dos governos passados, mas tratar para que possam trabalhar para si mesmos se assim quiserem.
      Vim atrás de um análise madura e coerente das ideias do Paulo Freire e infelizmente aproveitei pouco do que li porque a maioria do que entendi foi mimimi.

      Resposta
  • Avatar
    4 de janeiro, 2020 em 1:19
    Permalink

    Nossa…o que seria de mim se o bolso do pai fosse pré requisito para a inteligência? Ou para a entrada num curso superior? Nasci numa favela, sou professora universitária (sem ideologias imbecis), tenho mestrado e sempre fui excelente aluna. Vim de uma família pobre, mas não fui cotista. Entendo que hoje a facilidade ao ingresso em certas universidades gera uma espécie de “barbárie” com a Educação. Alunos que são analfabetos funcionais. Mas por outro lado, temos pérolas que tem um único objetivo: vencer na vida através do estudo, e conseguem. Não podemos generalizar e tornar tudo tão superficial quando o problema é mais grave do que se possa imaginar.

    Resposta
  • Avatar
    5 de janeiro, 2020 em 9:16
    Permalink

    Penso que a universidade é para “todos” que estudam, se esforçam, devoram livros e conhecimento, pesquisam e se capacitam para fazer uma prova admissional para ingressarem ao curso superior. Na correção de uma prova de capacitação, não ha beleza, cor, opção sexual, bandeiras outras…há sim o conteúdo do seu cérebro. A “ Vida” vai te fazer testes toda vez que vc pleitear uma vaga de trabalho.. voce estará vendendo a a sua capacidade de produzir algo e sera pago por isso. Se tiver qualidade, vc crescerá; se for mediocre, se vc não se preparou, terá o retorno compatível.

    Resposta
  • Avatar
    5 de janeiro, 2020 em 21:43
    Permalink

    Que absurdo este texto supracitado, de tal ignorância e desconhecimento da realidade. Entretanto, Karla Fernanda, parabéns pela lucidez, demonstrou pesquisa, conhecimento e empatia.

    Resposta
  • Avatar
    7 de janeiro, 2020 em 0:20
    Permalink

    Porcaria de texto… arrogante.. intolerante, desumano. Desnecessário autor!!

    Resposta
  • Avatar
    9 de janeiro, 2020 em 8:40
    Permalink

    No texto consigo ver 6 pessoas da minha família. 5 primos + minha esposa formados em universidades lixo, não sabem nada e não conseguem arrumar emprego e ainda tem o FIES para pagar. Na verdade quem paga são os pais, nem sair de casa conseguiram e estão entre 30 e 35 anos hoje, e o da esposa é o tonto aqui que paga. Mais pelo menos 1 prima entrou na Federal, que achei que essa ia para frente, ela era linda, mas colocou piercing, ficou feia, suja, não frequentou as aulas, usa drogas, já tentou suicídio e foi desligada por tempo, curso de Biologia.

    Ainda bem que fiz Engenharia na Federal antes dessa onda, sou preto, não existiam cotas, nem vagas abundantes, nem FIES, nem ProUni, nem porra nem ENEM para ajudar. Era no peito, e na raça foi que entrei Federal MG, POLI SP, e Unesp, e mestrado no ITA caralho.

    Ótimo texto.

    Resposta
  • Avatar
    24 de maio, 2020 em 16:57
    Permalink

    whoah this weblog is wonderful i love studying your articles. Stay up the great work! You already know, many individuals are looking around for this information, you could aid them greatly. |

    Resposta
  • Pingback: Types Of Fishing Poles

  • Avatar
    16 de junho, 2020 em 10:46
    Permalink

    Bu Senenin Kitapları 2015 En Çok Okunan Yabancı Kitaplar

    Feel free to surf to my homepage bog

    Resposta
  • Avatar
    23 de junho, 2020 em 6:51
    Permalink

    Unwind With The Sweeties Death Physics 101 Homework

    Also visit my website: pdf

    Resposta
  • Pingback: review

  • Pingback: Best Drone Camera

  • Pingback: replica tag heure silver hunter pocket watch the best price

  • Pingback: paito hongkong

  • Pingback: 출장안마

  • Pingback: click here

  • Avatar
    13 de fevereiro, 2021 em 12:55
    Permalink

    51359 225676A thoughtful insight and ideas I will use on my web site. Youve clearly spent some time on this. Congratulations! 651122

    Resposta
  • Avatar
    26 de fevereiro, 2021 em 8:02
    Permalink

    Sweet blog! I found it while searching on Yahoo News.
    Do you have any tips on how to get listed in Yahoo News?
    I’ve been trying for a while but I never seem
    to get there! Thanks

    Resposta
  • Avatar
    13 de março, 2021 em 15:32
    Permalink

    661875 266454So, is this just for men, just for ladies, or is it for both sexes If it s not, then do women want to do anything different to put on muscle 572940

    Resposta
  • Avatar
    21 de abril, 2021 em 11:55
    Permalink

    can you buy ventolin over the counter in uk: ventolin – can you buy ventolin over the counter uk
    tadalafil 20mg

    Resposta
  • Avatar
    22 de abril, 2021 em 0:36
    Permalink

    buy ventolin over the counter with paypal: ventolin – where to buy ventolin generic
    tadalafil 20mg for sale

    Resposta
  • Avatar
    28 de abril, 2021 em 11:11
    Permalink

    61794 702420Spot up for this write-up, I seriously believe this web site needs a whole lot more consideration. Ill apt to be once a lot more to learn additional, appreciate your that info. 220914

    Resposta
  • Avatar
    10 de maio, 2021 em 22:40
    Permalink

    ??Everything has two sides, and behind dignity is sensuality. The inner side of calmness is infatuation, and the opposite side of morality is betrayal. These are the highest pleasures of human nature. Click:rape.

    Resposta
  • Avatar
    6 de junho, 2021 em 15:08
    Permalink

    [url=http://sildenafilcitrateonline.com/]sildenafil coupon 100mg[/url] [url=http://sildenafilcaps.com/]soft tabs viagra[/url] [url=http://perfectnhealthy.com/]gabapentin 30 mg capsules[/url] [url=http://tadalafilbrand.com/]tadalafil online us[/url]

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.