Associação da PM se nega a cumprir ordens de prisão de Doria: “somos polícia de estado, não polícia do governador”

Em uma publicação feita neste sábado (11) na rede social Twitter, mostra uma nota da Associação dos Oficiais Militares do Estado de São Paulo em que eles se negam a cumprir as ordens de prisão que o Governador João Doria ordenou para manter as pessoas na quarentena.

De acordo com a Associação dos Militares, eles não podem se envolver em vontades do Governador, mas tem a missão de proteger o estado. Assim, a página da Associação tinha a seguinte mensagem, destinada a população e ao Governador João Doria.

“A Constituição Federal diz que “não há crime sem lei anterior que o defina” e “ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade competente” (Juiz). Governador, não nos jogue contra a população.

View image on Twitter
Compartilhe:

3 thoughts on “Associação da PM se nega a cumprir ordens de prisão de Doria: “somos polícia de estado, não polícia do governador”

Deixe um comentário