Sérgio Camargo “expurga” Marina Silva e outras personalidades da lista negras da Fundação Palmares

Marina Silva teve seu nome excluído da lista de personalidades negras mantida pela Fundação Cultural Palmares.

Nesta terça-feira (13), Sérgio Camargo, presidente da Fundação, entidade pública vinculada à Secretaria de Cultura, publicou em seu Twitter a mensagem confirmando que Marina Silva não faz mais parte da lista de personalidades negras da Fundação.

Sérgio Camargo também enfatizou que os deputados David Miranda e Talíria Petrone (ambos do PSOL-RJ), o ex-deputado Jean Wyllys e a cantora Preta Gil, que para ele, declaram-se negros “por conveniência”.

“Não é um caso isolado. Jean Willys, Talíria Petrone, David Miranda (branco) e Preta Gil também são pretos por conveniência. Posar de ‘vítima’ e de ‘oprimido’ rende dividendos eleitorais e, em alguns casos, financeiros”, disse.

“Marina não tem contribuição relevante para a população negra do Brasil. Disputar eleições não é mérito”, afirmou Camargo.

Camargo disse ainda que Marina “autodeclara-se negra por conveniência política”, visto que “posar de ‘vítima’ e de ‘oprimido’ rende dividendos eleitorais e, em alguns casos, financeiros”.
Confira:

Compartilhe:

One thought on “Sérgio Camargo “expurga” Marina Silva e outras personalidades da lista negras da Fundação Palmares

  • Avatar
    25 de outubro, 2020 em 14:39
    Permalink

    Thank you for another great article. The place else could anybody get that type of information in such an ideal way of writing? I’ve a presentation subsequent week, and I am on the search for such information.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.