INTOLERANCIA RELIGIOSA: Aluna usa máscara com frase “Jesus me ama” e é barrada

Apesar de permitir uma infinidade de frases nas máscaras protetoras dos alunos, uma escola do estado do Mississippi, nos Estados Unidos, proibiu uma aluna da terceira série de utilizar o item com a frase “Jesus me ama” e foi processada pelos pais da criança por praticar discriminação religiosa.

A situação foi divulgada pela Alliance Defending Freedom (Aliança em defesa da liberdade, na tradução literal), organização cristã americana, sem fins lucrativos, que tradicionalmente atua em questões judicias sobre temas como “liberdade religiosa, santidade de vida, casamento e família”A ação, que está em nome de Lydia Booth, narra que o ato de preconceito religioso teria ocorrido em 13 de outubro deste ano. O processo indica que funcionários da escola disseram a Booth que ela teria de remover a máscara, devido à sua mensagem, por conta de uma política do distrito escolar que proíbe máscaras que incluam mensagens políticas ou religiosas.

PLENO NEWS

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.