Máscaras podem baixar imunidade e congestionar pulmões, alertam médicos: O acúmulo de líquido nos pulmões pode ser muito difícil de tratar e pode resultar em morte em casos graves de pneumonia e outras doenças.

Covid-19: uso de máscara pode ajudar a criar imunidade | VEJA

Em um vídeo que circula nas redes sociais, um médico otorrino conta ter atendido uma jovem que teria sofrido uma queda enquanto corria usando máscara. Segundo o médico, a jovem quebrou dois dentes e o nariz. O motivo, diz o especialista, foi a perda de consciência durante a corrida. Estudo recente mostrou que o uso de máscaras não altera o risco de contrair o coronavirus. Na verdade, em muitos casos pode aumentar as chances de contágio.

No vídeo, o médico associa o uso de máscaras a problemas ligados à baixa oxigenação, que pode levar à desorientação e até perda de sentido. Esta informação é verdadeira e embora não tenham sido feitos estudos aprofundados que comprovem as reações adversas do uso reiterado das máscaras, não é difícil concluir a partir de conhecimentos básicos sobre o funcionamento do corpo humano.

Mesmo após a morte de dois estudantes chineses que usavam máscaras ao se exercitarem, o que levantou alerta quanto à segurança do uso das máscaras durante o exercício físico, leis em todo o mundo acabaram recomendando e até obrigando a utilização sem levar em conta os riscos. Eles são amplamente conhecidos por médicos, já que a máscara cria um acúmulo de gás carbônico expirado, com risco para intoxicação pelo próprio gás carbônico. Até março, alguns jornais chegaram a publicar esses alertas, mas após as leis que obrigavam o uso, conteúdos de jornais chegaram a ser “atualizados” para se adaptarem às “novas recomendações”. No entanto, os riscos não mudaram e com a obrigatoriedade, até aumentaram.

Quais são os riscos

Médicos alertam para os níveis reduzidos de oxigênio no sangue pelo uso das máscaras, levando à redução da clareza mental, letargia e imunidades reduzidas. Essa condição, conhecida como “hipóxia”, pode levar as pessoas a perder o foco e tomar más decisões que podem ser perigosas para os outros. As pessoas já estão adormecendo e desmaiando ao realizar tarefas rotineiras enquanto usam máscaras. O resultado pode variar de acidentes a si mesmo ou a outras pessoas, devido à falta de atenção, até uma tragédia social de maiores proporções. A probabilidade de infecções virais aumenta com hipóxia porque as defesas naturais do corpo estão degradadas.

Além disso, a toxicidade do dióxido de carbono pela capacidade reduzida do corpo de expulsar o dióxido de carbono, que é um produto residual de toda atividade celular. Retenção de umidade nos pulmões devido à retenção do vapor de água nos pulmões. A retenção de umidade nos pulmões é um fator importante associado a pneumonia, bronquite, infecções virais e bacterianas, asma e outras doenças respiratórias. O acúmulo de líquido nos pulmões pode ser muito difícil de tratar e pode resultar em morte em casos graves de pneumonia e outras doenças. Se os pulmões não conseguem respirar ar seco e expelir o ar úmido, pode ocorrer um congestionamento grave nos pulmões.

Há ainda o risco maior de infecção devido o aumento do toque facial, resultando em disseminação viral/bacteriana. Pessoas que usam máscaras têm cinco vezes mais chances de tocar seus rostos continuamente ao longo do dia. Elas continuam ajustando a máscara com as mãos e tocando o rosto no processo. É sabido que tocar repetidamente o rosto e tocar outras superfícies é uma das principais causas de disseminação viral e bacteriana. Esse aumento da propagação da infecção pode ir do usuário da máscara para outros ou de outros para o usuário. Mesmo que uma pessoa use luvas e toque seu rosto e outras superfícies, o resultado é o mesmo.

O uso de máscaras exige mais esforço para respirar, o que causa desconforto respiratório adicional, especialmente em indivíduos cansados, idosos, doentes ou com imunidade comprometida. A maioria dos esforços médicos legítimos, com o objetivo de reduzir as doenças respiratórias, busca melhorar a capacidade do indivíduo de respirar, não bloqueá-la, impedi-la ou torná-la mais trabalhosa.

O otorrino Carlos Nigro, que lida diariamente com pacientes vítimas problemas respiratórios e infecciosos, lembra de lições básicas da medicina e obviedades, como o fato de que o ser humano está apto a respirar em ambientes sem máscaras.

“Da mesma forma que uma máscara tem muito mais vírus e bactérias que o ar ambiente, um local ventilado também seria evidentemente melhor que um ambiente fechado. O ponto é que o mundo e nós mesmos não somos estéreis; uma obviedade que temos que começar a contar para as pessoas novamente”, explica.

“Uma coisa é ‘encontrar vírus, bactérias, ácaros, poluentes’ no ar. Outra é se contaminar; outra é desenvolver a doença. É óbvio que essas “informações” [sobre riscos de infeção sem máscara] são apenas para causar pânico e medo. Seres humanos sem doenças no sistema imunológico estão aptos para respirar o ar ambiente sem máscaras”, lembra Nigro.

O especialista não recomenda o uso e ressalta que há muito mais desvantagens para a saúde do que vantagens, embora o uso tenha sido incluído entre normas obrigatórias.

“Estou usando mais máscara para não ser preso. Além de ter mais vírus e bactérias que o ar natural ambiente; além de dificultar as trocas de gás carbônico por oxigênio; além de causar um desconforto constante, uma preocupação e terror constante; além de apagar as individualidades, as expressões faciais; além do controle social pela focinheira, pelo cabresto;
a máscara causa coceira no nariz fazendo as pessoas coçarem o nariz aumentando muito a chance de se contaminarem com o coronavírus porque essa é, na prática, a única forma de se contaminar”.

estudos nacionais

Compartilhe:

6 thoughts on “Máscaras podem baixar imunidade e congestionar pulmões, alertam médicos: O acúmulo de líquido nos pulmões pode ser muito difícil de tratar e pode resultar em morte em casos graves de pneumonia e outras doenças.

    • Avatar
      24 de novembro, 2020 em 9:34
      Permalink

      PARABÉNS PARA TODOS QUE DE ALGUMA FORMA COLABORAM PARA A SAÚDE E O BEM COMUM !
      ” SEM MÁSCARAS ”

      Resposta
  • Avatar
    27 de novembro, 2020 em 12:33
    Permalink

    Oi pessoal, sou professora de natação,uso máscara só em locais onde é obrigado.O uso da máscara retém umidade nos pulmões causando:asma, pronquite, infecções virais,bactérias etc. O pulmão tem que respirar ar seco e expirar ar úmido .O pulmão tem que expulsar o dióxido de carbono e com máscara acredito que 50% retorna para a circulação.

    Resposta
  • Avatar
    28 de novembro, 2020 em 17:50
    Permalink

    Graças a Deus por estes esclarecimentos, eu mesma nunca concordei em usar as máscaras, só uso no momento de obrigação logo em seguida já retiro porque não tem condições mesmo, eu fico sufocada então seria ótimo que as autoridades tirassem essa situação da população e ensinasem os momentos de necessidades de uso. A falta de entendimento leva a população ao caos

    Resposta
  • Avatar
    18 de janeiro, 2021 em 19:17
    Permalink

    Hello There. I found your blog using msn. This is a really well written article.I’ll be sure to bookmark it and come back to read more of your useful info. Thanks for the post.I will definitely return.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.