Em 6 meses, 5 jornalistas de grandes veículos desejaram a morte de Bolsonaro. Já imaginaram o que aconteceria se alguém de direita fizesse o mesmo?

Pela quinta vez desde julho do ano passado, e pela terceira vez um colunista da Folha de S. Paulo deseja a morte do presidente Jair Bolsonaro. Além destes casos, outros dois jornalistas fizeram publicações de mesmo tom nas redes sociais.

E se fosse um jornalista de direita ou um veículo ou um blog de direita desejando a morte de um ministro do STF ou mesmo dos presidentes do Senado ou da Câmara, ou ainda de um presidente da República sistematicamente, o que aconteceria nestes casos?

Relembrando:

Começou em julho, com o colunista Hélio Schwartsman, que na ocasião em que o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter testado positivo escreveu que torcia pela morte de Bolsonaro e ainda que o “presidente prestaria na morte o serviço que foi incapaz de ofertar em vida”.

Aproximadamente 45 dias depois, foi a vez de Thiago Amparo que escreveu no título de ser artigo: “Torço para que se possa torcer para que um presidente morra”. Thiago até disse discordar do colega Schwartsman: “discordo de Schwartsman, no mérito do seu argumento. Escrevi, neste mesmo jornal, que torcer para que Bolsonaro morra é nos igualar a ele”. Mas defendeu que o colega articulista pudesse torcer pela morte do presidente.

COMENTÁRIO:

Torço pra que o Bolsonaro viva muito. Pra ver várias derrotas e provar do ostracismo destinado aos demagogos…assim como Lula tá pagando agora! Fica a dica!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.