Na Venezuela, 9 em cada 10 famílias saíram da classe média nos últimos anos

Do ponto de vista político, econômico e social, a Venezuela é hoje uma nação dividida em duas partes muito distintas. O país sul-americano está politicamente polarizado há quase 20 anos e a desigualdade socioeconômica é cada vez mais acentuada.

Já não se trata apenas de adversários e chavistas, mas a realidade mais palpável é a das classes sociais. Uma maioria que se encontra em extrema pobreza que, segundo vários estudos, atinge 80% da população, e um pequeno grupo que pode ter acesso a determinados “privilégios”.

“E hoje, cerca de 9 em cada 10 famílias consideradas de classe média no início da década não são mais”, acrescenta o documento da empresa que usa vários conceitos para defini-lo, incluindo um estudo do Banco Mundial de 2011 que considera este setor como o que possui renda que lhe permite se proteger de eventos negativos e com certo grau de estabilidade econômica.

Compartilhe:

6 thoughts on “Na Venezuela, 9 em cada 10 famílias saíram da classe média nos últimos anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.