FICA A DICA, MOCINHOS!!! Caciques do PP baiano terão que romper com o comunista Rui Costa e entregar todos os cargos, caso Bolsonaro venha se filiar ao partido

Não existe'', diz filho de Leão sobre ação da PF em casa do vice governador  da Bahia - Hora do Bico Hora do Bico

A possível volta do presidente Jair Bolsonaro ao PP, como vem sendo especulado nos últimos dias, tem trazido preocupação aos membros do partido na Bahia.

Caciques da sigla teriam confidenciado à coluna Satélite, do Correio, que caso a ida de Bolsonaro ao PP se concretize, o partido terá que entregar os cargos que possuem dentro do governo estadual e romper com o grupo político do governador Rui Costa.

Deixa a base do governador Rui Costa por conta do “fator Bolsonaro” também significaria perder a chance de compor a chapa majoriária da base nas próximas eleições. Atualmente, o deputado federal Cacá Leão, filho do vice-governador João Leão, tem tido seu nome ventilado para o Senado. Nas últimas semanas, o PP conseguiu ampliar o espaço dentro da base com a nomeação do deputado estadual Nelson Leal para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.