Presidente da Fundação Cultural Palmares denunciou desvio de função e uso da instituição por 30 anos para propaganda de esquerda

Imagem

Nesta terça-feira (8), as deputadas petistas Benedita da Silva e Erika Kokay apresentaram requerimento à Comissão de Cultura da Câmara para aprovação de moção de repúdio ao presidente da Fundação Cultural Palmares, Sergio Camargo.

A motivação do requerimento foram as respostas de Camargo aos ataques de Benedita, através de seu Twitter. A deputada queria que o servidor fosse às Comissão responder sobre suposta crise na instituição que preside, sem apresentar previamente provas de que há uma crise. O presidente da fundação não foi e recebeu ameaça de punição.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.