Caio Coppolla acusa Datafolha de mentir para influenciar destino do país: “Eu acho o instituto tão confiável quanto a honestidade do Lula”

O jornalista Caio Coppolla, comentarista político da CNN Brasil, colocou em xeque a última pesquisa eleitoral do Datafolha, a qual apontou um vitória esmagadora do ex-presidiário Lula na próxima eleição presidencial.

Segundo Coppolla, o levantamento apresentado pelo instituto seria “irreal” e teria como objetivo manipular a opinião pública em favor do líder petista. Para tanto, o comentarista citou uma teoria chamada “Profecia Autorrealizável”, criada pelo sociólogo Robert K. Merton.

De acordo com a teoria citada por Coppolla, uma mentira pode se tornar real a partir do momento que as pessoas passem a acreditar nela, que, inconscientemente, agiriam para concretizá-la.

Na opinião de Coppolla, a pesquisa do Datafolha é “descolada da realidade” e serviria para influenciar as pessoas a acreditarem que Lula tem uma ampla vantagem sobre os demais concorrentes à Presidência — principalmente o atual presidente Jair Bolsonaro, candidato à reeleição. Assim, alguns indivíduos seriam influenciados a votar em Lula e outros seriam persuadidos a desistir de apoiar Bolsonaro, por exemplo, pois acreditaria que o resultado da eleição já estaria definido.

Para dar embasamento à sua opinião, Coppolla ainda mencionou o levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisa, conhecido por ser bastante certeiro em suas sondagens.

No levantamento realizado pelo Paraná Pesquisa, feito uma semana antes do Datafolha e que contou com um número similar de pessoas ouvidas, os números apresentados foram bem diferentes. O estudo apontou vitória de Bolsonaro no 1° e 2° turno sobre Lula. Inclusive, a diferença percentual seria de apenas 3%, em média, para o atual presidente.

O comentarista político também destacou que a pesquisa do Datafolha não deve ser ignorada, mas combatida, pois “mentira” tem força.

“Espero te convencer, com base no conceito da “PROFECIA AUTORREALIZÁVEL”, que nós não podemos ignorar fakenews ou informações manipuladas: MENTIRAS TÊM FORÇA e podem se transformar em verdades, na medida em que elas influenciam o comportamento das pessoas. Por favor, me ajude a disseminar este ALERTA” — escreveu Coppolla.

Veja o vídeo:

imprensa brasil
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.