O crime mais grave do governo petista: Não foi o sítio nem o triplex, tampouco a Petrobrás ou o BNDES

Primeiro o PT jogou as mulheres contra homens, acusando-os de machistas e misóginos, e os dividiu em dois grupos.
Depois foram os negros contra os brancos acusando-os de racistas e preconceituosos, e viraram quatro.

Pobres contra ricos, acusando-os de elitistas e conservadores, e a divisão foi a oito grupos.
Homo contra heteros, acusando-os de homofobicos e covardes, e viraram dezesseis.


Após, foram os filhos contra os pais, os empregados contra os patrões, e assim sucessivamente.
Aí ficou fácil dominar, pois ninguém se entendia com mais ninguém.


E a motivação para essa deliberada e criminosa ação se apresentava pelo nome de “politicamente correto”.
Agora, para retornarmos a ser um povo unido, vai levar gerações.
O prejuízo é incalculável.


Esse foi, sem sombra de dúvidas, o mais grave dos crimes cometidos por Lula.
Aderbal Neves Calmeto

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.