Prefeito de São Paulo Capital confirma volta às aulas em 2 de agosto

Lucas Borges Teixeira/UOL

A Prefeitura de São Paulo confirmou hoje que as escolas municipais retornam às aulas presenciais, sem limite em relação à capacidade —exceto para as creches—, a partir do dia 2 agosto. Com o anúncio, as redes municipal, estadual e particular de São Paulo poderão retomar as atividades presenciais em massa no segundo semestre. “Continuamos seguindo a recomendação da [secretaria municipal de] Saúde.

No caso da CEIs, que são as creches, de zero a três anos, haverá uma limitação de 60%. Não há rodízio, portanto há essa limitação”, afirma o secretário municipal da Educação, Fernando Padula.

Já as outras modalidades podem receber até 100% dos estudantes ou dividir em duas turmas, se houver necessidade. A gestão de Ricardo Nunes (MDB) estima que 589 EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil) terão que dividir os alunos em duas turmas.

A presença dos estudantes, entretanto, continua opcional. Já os alunos com comorbidade, segundo Padula, devem manter as atividades no ensino remoto..

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.