O sinédrio e o Clube dos 15: O Alto Comando das Forças Armadas do Brasil!

Alto Comando do Exército - Foto: Divulgação

Não creio ser necessário explanar o que vem se passando no Brasil, em termos de desrespeito à ordem constitucional de parte do STF, como também quanto à orquestração associada entre mídia engajada, Congresso Nacional e STF, visando solapar o máximo possível o governo de Bolsonaro.
Pouco importa, também, saber quem do STF tem o rabo preso ou o rabo solto, visto que os rabos, misturados ou não, são capazes de lançar excrementos jurídicos por todo lado, como o perdão judicial, a pedido previamente combinado entre advogados e Barroso, de José Dirceu, por condenação advinda do caso “Mensalão”,
chancelando, de quebra, o indulto de Natal a Dirceu, concedido por Dilma, a errática, fazendo de Dirceu um homem livre, à semelhança de Lula, outro protegido do STF.
Fato é que guardadas as devidas proporções e discrepâncias históricas e religiosas, o STF hoje se comporta como o Sinédrio bíblico, que diante de Pilatos, na praça central, corrompe e ameaça os populares, para que escolham Barrabás, custe o que custar, mandando à Cruz quem sabidamente inocente, a satisfazer seus interesses inconfessáveis, manter seus privilégios obscenos, ocultando sob suas vestes pomposas, toda a hipocrisia de seus desmandos e abusos.

Contudo, a ser breve, por ordens médicas incontrastáveis, quem decide mesmo como a situação ficará, são apenas quinze homens que se assentam na cúpula do Alto Comando das Forças Armadas do Brasil.
A se entender o quanto quero esclarecer, basta apontar para a figura do general Santos Cruz, ferrenho opositor do presidente Bolsonaro e de seu governo, que tem feito o jogo mediático coordenado com STF e o Congresso Nacional, empenhados na missão demolitória do atual governo central.
Santos Cruz é o único general brasileiro que conhece o combate em campo de batalha, no Congo, quando comandou os Capacetes Azuis da ONU, sendo ele conhecido no mundo militar como oficial de alto escalão experiente e muito capaz.


Contudo, Santos Cruz é um general de três estrelas e não passará disso, ao contrário dos 15 homens que comandam as Forças Armadas, todos quatro estrelas, sem exceção, inclusive o general Sérgio Westphalen Etchegoyen, alçado a quatro estrelas quando competiu pela patente com o general Santos Cruz.
A razão do general Santos Cruz ter sido preterido pelo Alto Comando é uma só: – Seu pensamento político não se alinha com o pensamento unilinear de seus pares fardados e condecorados.
Para os 15 homens que comandam as tropas brasileiras, sendo as Forças Armadas do Brasil uma das 10 melhores e potentes forças do planeta, no plano interno e no pensamento de cada qual, de forma uníssona, paira: a ojeriza total a Lula e a todos os partidos de esquerda; a desaprovação cabal à atuação do STF; e o desprezo imenso aos membros enrabados do Congresso Nacional (CN).


Para este seleto clube militar, Lula, partidos de esquerda, STF e CN, são compostos por inimigos do Brasil, de seu Povo, Nação e Forças Armadas, e tem eles absoluta razão nisso.
Ademais, e sei disso com absoluta certeza, pois que assim informado, o clube dos 15 dá razão a Bolsonaro, no sentido que ele e seu governo tem sido vítimas contumazes de uma perseguição feroz, orquestrada e coordenada de parte do STF, CN e mídia engajada, dentro e fora do Brasil, e isto a partir do atentado de 6 de setembro de 2018 que no dia 18 de agosto de 2021, o perdoado por Barroso, José Dirceu, qualificou como “erro nosso”,quanto a frustação em se obter a morte violenta do então candidato Bolsonaro, pelas mãos assassinas de Adélio Bispo…

Que ninguém se engane, pois que posso afirmar com certeza que o Alto Comando das Forças Armadas desenhou todos os cenários possíveis para intervir, definindo assim o presente e o futuro que esperam para o Brasil e o seu Povo e Nação, e não será Barroso, Moraes, Pacheco, ou o corrupto Renan, bem como o mascate que preside a CPI circense, a definirem os possíveis rumos que esses quinze homens já traçaram na seleta mesa de suas reuniões lacradas a sete chaves.
Neste sentido, todo o poder que os membros do STF e CN julgam ter, passando a impressão para a população, de forma amplificada pela mídia engajada, que são todo-poderosos, é mera ilusão, singela brisa de verão, tão somente névoa matinal que se desfaz aos primeiros raios de Sol se, de fato, esses quinze homens, cada qual com quatro estrelas nas fardas, decidirem colocar um basta no tumulto de bordel de quinta categoria patrocinado pelo CN, de todo, refém chantageado pelo politizado e sórdido STF.


Por fim, que ninguém espere anúncios peremptórios de como agirão os militares neste ou naquele sentido nos próximos dias ou meses, dado que isto seria de todo pueril e ingênuo, por óbvio, dado que nenhum militar que se preze anuncia quando e onde será o Dia D.


Paulo Emendabili Souza Barros De Carvalhosa. Advogado

JORNAL DA CIDADE

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.