Na Bahia Secretário atribui morte de PMs ao aumento de efetivo, defende regulamentação das drogas e diz que “ricos” financiam tráfico

Secretário atribui morte de PMs ao aumento de efetivo, defende regulamentação das drogas e diz que "ricos" financiam tráfico

O secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino, comentou pela primeira vez sobre as mortes seguidas de três policiais militares dentro de dois dias na Bahia. O titular da SSP disse nesta terça-feira (14/9) que os crimes têm relação com o tráfico de drogas e que aumentaram porque têm mais policiais nas ruas das 417 cidades da Bahia. 

“Quanto mais policial na rua, mais o risco de morte acontece. Eu atribuo a isso. É a única explicação que encontro para a morte de policiais. Infelizmente é a maior vítima dessa guerra. Depois, é o traficante, que também é uma vítima: é [por exemplo] o menino largado na favela quando crianças. Ele não ia achar emprego para ganhar R$ 4 mil”. 

Entre sábado e segunda, foram executados os soldados Joanilson da Silva Amorim (Petrolina)Antonio Elias Matos Silva (Porto Seguro) e o tenente Mateus Grec (Cosme de Farias, em Salvador). “É ir para rua e não morrer. Infelizmente acontece. Eles têm autorização legal para matar quem agride eles. Não tenho mais nada para fazer, só se fosse inventar”, completou o titular da SSP. 

De acordo com dados oficiais da PM, em 2021, são 19 policiais militares mortos, sendo oito de serviço, seis de folga e 5 da reserva. No ano de 2020 foram 13, sendo um de serviço e 12 de folga.

Para Ricardo Mandarino, que é juiz federal aposentado, a saída é a regulamentação das drogas. “Se você regulamentasse as drogas, tributando, quebra o tráfico. Não vão mais matar as pessoas. Aí você tributava, pegava o dinheiro e construía hospitais para drogados. 80% dos homicídios têm relação com o tráfico. Vou fazer o que é possível. Polícia de estado não é para matar ninguém”. 

O titular da SSP ainda mandou um recado: “fumar é brega, é cafona. Você é ridículo, babaca, otário. Quem comnpra a droga? Os ricos. A sociedade precisa parar com essa hipocrisia. Quando debatemos isso, aparecem vários idiotas”.

aratuon.com.br/aovivo.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.