SP confirma morte de jovem vacinado contra a Covid-19, ele se queixou de cansaço e falta de ar.

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou o óbito de um jovem de 16 anos em São Paulo, após receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 da Pfizer.

De acordo com um informe do Centro de Investigações Estratégicas em Vigilância Sanitária (CIEVS), o adolescente residia em São Bernardo do Campo, na região do ABC Paulista, e recebeu a vacina em 25 de agosto. Logo no dia seguinte, ele se queixou de cansaço e falta de ar.

O jovem foi atendido no dia 27 de agosto no Hospital Coração de Jesus, em Santo André. Ele chegou a retornar para a casa, mas voltou à unidade de saúde, sendo transferido para a UTI, onde permaneceu até o dia 2 de setembro, quando veio a óbito.

A SES de São Paulo informou que ainda investiga se há alguma relação entre a vacina e a causa da morte, mas destaca que “qualquer afirmação precoce é irresponsável”.

– É irresponsável a disseminação de qualquer informação que traga medo e insegurança aos adolescentes e familiares. Até o momento, não há comprovação de relação da vacina [com o] óbito de um jovem de São Bernardo do Campo – afirmou a SES em nota.

– O Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo está investigando o caso devido à relação temporal com a aplicação da vacina. Qualquer afirmação ainda é precoce e temerária – complementa.

A vacinação de adolescentes começou em São Paulo no dia 18 de agosto, apenas com o imunizante da Pfizer. Nesta quarta-feira (15) o Ministério da Saúde divulgou nota técnica na qual recomenda a suspensão da vacinação contra a Covid-19 de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.