Lula admite que esquerda está muito fragilizada no Congresso

O petista também reclamou do número de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que estão conseguindo vagas no Legislativo

O ex-presidente Lula (PT) admitiu que a esquerda está fragilizada no Congresso Nacional e disse que os petistas precisam mostrar como as pessoas têm que votar para que o partido seja maioria. O raro surto de sinceridade aconteceu durante um evento da militância petista em São Paulo, realizado neste sábado, 25.

Lula reclamou do número de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que estão conseguindo vagas no Legislativo. Para ele, a atual composição do Congresso é a “pior dos últimos 100 anos” do ponto de vista ideológico.

O próprio petista citou os números que mostram o encolhimento do PT. Em 2002 eles elegeram 91 deputados federais. Hoje, são 52. “Nós caímos quase que pela metade”, reconheceu.

Ele ainda reclamou da quantidade de ex-militares e ex-delegados que foram eleitos. “Qual é o compromisso dessa gente com as aspirações que nós temos?”.

No evento, Lula também defendeu que o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) seja candidato ao governo do Estado.

R. OESTE

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.