Bolsonaro critica Alcolumbre por não marcar sabatina de Mendonça: ‘Chá de cadeira’ já dura quase três meses

O presidente Jair Bolsonaro criticou o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) por não ainda não ter marcado a sabatina do ex-advogado-geral (AGU) da União André Mendonça, indicado para ocupar a vaga de Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal. “Quem não está permitindo a sabatina é o Davi Alcolumbre”, disse Bolsonaro, em entrevista no Guarujá, no domingo 10. O presidente está no litoral para passar o dia de Nossa Senhora Aparecida.

“Alcolumbre teve tudo o que foi possível durante os dois anos comigo”, lembrou Bolsonaro. “De repente, ele não quer o André Mendonça. Quem pode não querer é o plenário do Senado, não é ele. Ele pode votar contra, agora o que ele está fazendo não se faz. A indicação é minha.” Bolsonaro escolheu o ex-AGU para a vaga em 13 de julho. Presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania do Senado, Alcolumbre deu “chá de cadeira” em Mendonça.

R. OESTE

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.