GUERRINHA DAS TESOURAS: Dilma diz que Ciro Gomes “mente de maneira descarada” e o acusa de misoginia; Ele diz que se arrepende de ter lutado contra impeachment dela

Em mais um capítulo do bate-boca nas redes sociais, a ex-presidente Dilma Rousseff respondeu às ofensas proferidas pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE), pré-candidato à Presidência da República, e o acusou de ser misógino.Antes, Ciro havia chamado a ex-presidente de “incompetente, inapetente e presunçosa”. Dilma retrucou dizendo que ele acha que é o único competente e avaliou: “Este é o pecado de sua enorme presunção. Esta é a sua visão quando se trata de avaliar o resto da humanidade. Mas, quando se trata de mulher, sua visão não é só inadequada, é também profundamente misógina”.

Na postagem anterior, Ciro se disse arrependido de ter se posicionado contrário ao impeachment da ex-presidente. Para Dilma, esse comportamento significa que ele se arrependeu de ter lutado a favor da democracia no país.

“O mais triste de tudo isso é que Ciro se diz arrependido de ter defendido a democracia. E ainda usa os mesmos argumentos dos golpistas que diz ter combatido”, destacou a ex-presidente.

Ela ainda o comparou ao presidente Jair Bolsonaro e o acusou de buscar por meio da discussão destaque nas redes sociais. A ex-presidente avisou que não mais responderá aos ataques.

VEJA MAIS: Ciro Gomes diz que Lula “conspirou” pelo impeachment de Dilma

“Caça likes”

“Para além disso, Ciro sistematicamente distorce os fatos. E, nisso, não se difere em nada de Bolsonaro. Ambos adoram quando os alvos de suas agressões reagem. Precisam disso para obter likes e espaço na mídia. É disso que se alimentam”, destacou.

“Infelizmente para Ciro, encerro esta polêmica estéril por aqui. O Brasil precisa é discutir a gravíssima crise democrática, social, sanitária e econômica em que se encontra. Lamento ter, em algum momento, dado a Ciro Gomes a minha amizade”, lamentou a ex-presidente.

Metrópoles

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.