Por que a África tem sido menos afetada pela Covid-19: É o segundo continente mais populoso da Terra (atrás da Ásia) com cerca de mais um bilhão de pessoas

Nigeria

Logo que a pandemia começou, a expectativa era de que a Covid-19 fosse fazer um estrago na África. Mas isso não aconteceu. O continente tem mais de 1 bilhão de habitantes e, segundo o acompanhamento da Reuters, o continente está relatando atualmente um milhão de novas infecções a cada 96 dias e registrou cerca de 5 milhões desde o início da pandemia. Foram 129 mil mortes. Já os EUA terra onde foi criada as vacinas já superam 700 mil mortes 


A embaixadora Irene Gala, que já foi representante do Brasil na República do Congo, contou ao Radar Econômico que, mesmo levando em conta que deve haver subnotificação, vários são os motivos que explicam esta baixa transmissão e número de mortes. A média de idade das pessoas é de 19 anos. A população é mais rural, menos urbana. Não tem metrô. Ônibus não é tradição. Não tem shoppings. Os pontos de aglomerações são mercados a céu aberto. A economia é pouco globalizada e, portanto, com menos fluxo de estrangeiros. Além disso, os países passaram por surtos dramáticos de vírus como HIV e ebola e com isso criaram uma rede de segurança sanitária muito
forte.


. A África é a região menos vacinada do mundo, com apenas 2% da população imunizada

veja

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.