Relatório da CPI contra Bolsonaro: Aras diz que tomará “todas as providências”

Relatório da CPI contra Bolsonaro: Aras diz que tomará "todas as providências”

O procurador-geral da República, Augusto Aras, não demonstrou hesitação em anunciar que tomará “todas as providências” para apurar as denúncias feitas no relatório da CPI da Pandemia contra o presidente Jair Bolsonaro. A declaração foi dada durante uma entrevista para a Rede Bandeirantes que vai ao ar neste domingo (17).

Na ocasião, Aras também comentou sobre o papel do governo e do Congresso Nacional no tocante às denúncias contra o Executivo. Ele explicou que se não houver fundamentação nas acusações, do ponto de vista técnico-jurídico, ainda poderá haver reações do lado político.

“A retórica política cabe aos órgãos éticos disciplinares dos poderes. Do ponto de vista da Presidência da República, se houvesse algum tipo de violação, caberia ao Congresso Nacional apreciar o eventual crime de responsabilidade”, afirmou o PGR.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.