Bolsonaro afirma: “Por mim, não teria Carnaval, mas tem um detalhe: quem decide não sou eu”

Nesta quinta-feira (25), o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (sem partido), mostrou-se contrário à realização de eventos de Carnaval no ano que vem. O Chefe de Estado ressaltou, no entanto, que tal decisão não é de sua responsabilidade.

“Por mim, não teria Carnaval, mas tem um detalhe: quem decide não sou eu. Segundo o Supremo Tribunal Federal, quem decide são os governadores e prefeitos”, disse ele.

O mandatário recordou também ter declarado situação de emergência no começo do mês de fevereiro, em 2020, visto a eminência da chegada da crise sanitário ao Brasil.

“Em fevereiro do ano passado, ainda estava engatinhando a questão da pandemia, pouco se sabia, praticamente não tinha óbito no Brasil, eu declarei emergência, e os governadores e prefeitos ignoraram, fizeram Carnaval no Brasil”, disse ele.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.