Homem armado é preso ao tentar invadir castelo da rainha da Inglaterra

Um homem armado foi preso na manha deste sábado após tentar invadir com uma arma o Castelo de Windsor, onde a rainha Elizabeth II celebra o natal acompanhada de sua família. Segundo a polícia inglesa, o homem não chegou a conseguir entrar em nenhum prédio da propriedade.

Morador de Southampton, há cerca de uma hora de distância de Windsor, o homem, que teria segundo as autoridades 19 anos, foi preso sob a suspeita de invasão e posse de arma.

— Uma investigação está em andamento após este incidente e estamos trabalhando com colegas da Polícia Metropolitana — disse a subtenente Rebecca Mears ao jornal britânico ‘The Guardian’.

Ainda de acordo com a polícia, os membros da família real presentes no Castelo foram informados do episódio.

O caso trouxe à memória uma invasão, desta vez bem sucedida, do Palácio de Buckingham: em 1982, Michael Fagan, um pintor e decorador de ambientes, conseguiu burlar o esquema de segurança do local em duas ocasiões. Na primeira, teve acesso a uma sala do palácio e chegou a beber meia garrafa de vinho antes de sair sem ser notado. Na segunda, ele entrou no quarto da rainha Elizabeth II, quando a monarca estava dormindo.

Apesar de ter chegado tão perto da rainha, ele passou apenas três meses em um hospital psiquiátrico antes de ser liberado: à época, invadir o palácio era considerado uma contravenção, e não um crime, algo que foi alterado em 2007, assim como todos os protocolos de segurança na mais conhecida residência da família real britânica.

O Globo

Compartilhe:

Deixe um comentário