Bolsonaro volta a criticar ajuda oferecida pela Argentina à Bahia

Chefe do Executivo afirmou, nesta segunda-feira (10), que ‘não ofereceria isso para nenhum país no mundo’

Em entrevista a uma rádio nesta segunda-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou a ajuda humanitária oferecida pela Argentina aos municípios da Bahia atingidos pelas enchentes e tempestades, pelo número de pessoas que seriam enviadas ao Brasil (dez). Bolsonaro disse que, se fosse ele, não ofereceria esse tipo de assistência a nenhum país no mundo. A Bahia registra mais de 850 mil afetados pelas chuvas, 26 mortos e 520 feridos.

“Eu agradeço ao governo argentino, mas eu não ia oferecer isso para nenhum país no mundo. Eu não ia oferecer para o Paraguai, Bolívia, Argentina, qualquer país no mundo, numa situação crítica, dez pessoas para trabalhar lá”, afirmou.

Segundo o presidente, os argentinos eram técnicos em almoxarife. “Iam separar doações e encaminhá-las para o local. Seria muito caro para a gente. Primeiro que tinha que negociar quem ia trazer para cá e, depois, no local que iam ficar”, complementou.

R7

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.