O aumento de novos casos de Covid na China mostra a ineficácia da vacina: 99% da população está vacinada com todas as doses

Pequim fechou dezenas de estações de metrô e rotas de ônibus e estendeu as restrições à Covid-19 em muitos locais públicos nesta quarta-feira (4), concentrando esforços para evitar o destino de Xangai, onde milhões estão sob bloqueio rigoroso por mais de do que um mês.

A cidade central de Zhengzhou também anunciou restrições, juntando-se a dezenas de grandes centros populacionais sob alguma forma de bloqueio, enquanto a China procura eliminar um vírus que se acredita ter surgido pela primeira vez na cidade de Wuhan no final de 2019.

Com dezenas de novos casos por dia, Pequim espera que testes em massa encontrem e isolem o vírus antes que ele se espalhe. Doze dos 16 distritos da cidade realizaram a segunda de três rodadas de testes nesta semana.

A cidade de 22 milhões de habitantes fechou na quarta-feira mais de 60 estações de metrô, cerca de 15% da rede, e 158 rotas de ônibus, disseram prestadores de serviços, a maioria no distrito de Chaoyang, epicentro do surto.

Autoridades de Pequim também disseram que o fechamento de escolas, restaurantes, academias e locais de entretenimento — assim como algumas empresas e prédios residenciais — se estenderá além do feriado do Dia do Trabalho, de 30 de abril a 4 de maio, sem dar um prazo.

Os moradores foram incentivados a trabalhar em casa a partir de quinta-feira em vez de retornar aos escritórios sempre que possível.

Na noite de terça-feira, Zhengzhou, que abriga 12,6 milhões de pessoas e uma fábrica do fabricante de iPhones da Apple, Foxconn 2354.TW , anunciou o trabalho em casa e outras restrições do COVID para a próxima semana. A Foxconn disse na quarta-feira que estava continuando a produção lá.

Compartilhe:

One thought on “O aumento de novos casos de Covid na China mostra a ineficácia da vacina: 99% da população está vacinada com todas as doses

Deixe um comentário