Prefeito petista quer “IPTU dos Mortos”

O prefeito de Araraquara, no interior de São Paulo, Edinho Silva (PT), está querendo cobrar ‘IPTU dos mortos’. Isso mesmo!
O coordenador de comunicação da campanha de Lula à presidência disse que não é bem isso, mas, na prática, é o que ele está querendo. Quer cobrar uma taxa anual para quem usa o cemitério. No caso: os mortos

O projeto dele que pode alterar as regras dos cemitérios públicos da cidade já foi aprovado em primeiro turno
pela Câmara Municipal de Araraquara. Mas, ainda precisa ser votado pelos vereadores, fato que já está
agendado para a próxima terça-feira (31).
O “IPTU dos Mortos” não é nada solidário para quem já morreu nem para os familiares que ficaram “nesse plano”. Os valores para manter um pequeno jazigo não são nada baratos. Uma sepultura de 6 metros quadrados, por exemplo, chega a custar R$ 400 por ano. Isso no cemitério público de São Bento, utilizado por pessoas carentes. Detalhe: os preços sofrerão aumento conforme a inflação.
Alheio a todas as críticas que vem recebendo da comunidade, Edinho se justifica:

  • Não existe “IPTU dos Mortos” – alegou, acrescentando que a prefeitura quer “apenas saber
    quem está usando os túmulos”.
  • Aquilo que já acontece no cemitério dos Britos, em que as pessoas pagam uma taxa de
    manutenção anual, também vai ser feito no São Bento, porque aí vamos anualmente saber quem
    é que de fato está usando o cemitério para o enterro de seus entes queridos – despistou.
Compartilhe:

Deixe um comentário