Candidatura de Rafael Motta ao Senado terá como único beneficiado Rogério Marinho, diz Fátima Bezerra

A governadora Fátima Bezerra mandou uma série de recados durante o encontro de estratégia do PT neste domingo (29). Um deles foi direcionado ao presidente estadual do PSB e aliado, o deputado federal Rafael Motta, considerando que, embora respeitasse sua decisão, não é favorável à candidatura do parlamentar ao Senado. Para ela, a pré-candidatura é “extemporânea”, embora tenha ponderado que ela é “legítima e um direito que o partido tem”. No evento, a governadora reafirmou e oficializou o apoio à pré-candidatura de Carlos Eduardo (PDT) ao Senado.

“Infelizmente, esse caminho terá como único beneficiado Rogério Marinho (ex-ministro do Desenvolvimento Regional), que dispensa comentários o que ele representou e o que ele representa do ponto de vista de ataque aos direitos do povo trabalhador do país”, reclamou Fátima Bezerra.

A chefe do Executivo ainda disse que “tinha um carinho imenso e respeito por Rafael”, mas precisava ter o presidente do PSB no Rio Grande do Norte como deputado federal. “Precisamos ampliar a nossa bancada, pois sabemos da importância de se eleger uma forte chapa de deputado federal para ajudar o futuro presidente Lula a governar o país”, disse a governadora, em referência à pré-candidatura do ex-presidente Lula.

“Nós temos no Rio Grande do Norte um futuro que já começou, construído com a aprovação no encontro de ‘tática’ do deputado Walter Alves como nosso pré-candidato a vice-governador e o ex-prefeito Carlos Eduardo como pré-candidato a senador. É um passo muito importante para a gente seguir disputando os rumos da história”, disse a governadora um discurso de pelo aproximadamente 40 minutos.

Tribuna do Norte

Compartilhe:

Deixe um comentário