“Pablo Escobar Brasileiro”: Megatraficante que atuava no Porto de Natal é preso na Europa

A Polícia da Hungria prendeu um homem considerado um dos maiores traficantes de drogas do Brasil e do mundo, nesta terça-feira (21), em Budapeste. O indivíduo foi identificado como Sérgio Roberto de Cavalho, de 63 anos, e é ex-policial. Ele comandava operações internacionais usando vários portos no país, incluindo o de Natal. 

Segundo informações da Polícia Federal, segundo a imprensa nacional, o ex-policial, conhecido também como Major Carvalho foi pego na capital húngara, com um passaporte falso. Não houve resistência à prisão. Até o momento, não se sabe se ele permanecerá preso ou será extraditado ao Brasil. 

Um fato curioso é que o Major Carvalho é considerado o “Pablo Escobar Brasileiro”. O homem foi condenado em 2019 a 15 anos e três meses de prisão por usar laranjas para movimentar cerca de R$ 60 milhões em empresas de fachada. Vale destacar que Sérgio estava foragido desde 2018.

No Rio Grande do Norte, o homem utilizava truques para enganar a Receita e Polícia Federal. O principal procedimento utilizado é conhecido como “Rip On/Rip Off”. A prática consiste em quebrar o lacre de conteneirs, onde se coloca a droga e depois acontece a troca do lacre. Neste caso, o responsável pela carga ilícita nem chega a tomar conhecimento do crime em muitas ocasiões. Na chegada aos destinos, os contêiners são reabertos para retirar os entorpecentes. 

Segundo a Polícia Federal, as investigações apontam que o Major Carvalho comandava uma organização criminosa responsável pelo envio de 45 toneladas de cocaína para a Europa. O material é avaliado em em R$ 2,25 bilhões, a partir de 2017.

Compartilhe:

Deixe um comentário