Mais de 50 mil pessoal em apoio a Jair Bolsonaro em Balneário Camboriú-SC

A vida não anda nada fácil para o Ministro do STF, Luís Roberto Barroso. Enquanto discursava no “Brazil Forum UK”, um evento promovido em Oxford, na Inglaterra, neste sábado, sobre o “abominável” retrocesso que seria a volta do voto impresso com contagem público manual; algumas pessoas que participavam do evento interromperam o discurso, o chamando de mentiroso. Transtornado, Barroso afirmou que o Brasil precisa de um choque de civilidade e é claro que a mídia focou nisso.

Mas eles deveriam ter focado no seguinte: A última proposta de voto impresso foi a PEC 135/2019, da deputada Bia Kicis. Nela não há a expressão “contagem pública manual dos votos”. Barroso realmente mentiu.

Há poucos dias atrás Barroso foi chamado de capeta publicamente por um brasileiro nos Estados Unidos. Parece que quem anda levando um choque atrás do outro é o tal Ministro, choque de realidade.

Em Montes Claros, Minas Gerais, duas professoras foram presas após picharem o muro da escola, chamando o Presidente Bolsonaro de genocîda. De agora em diante todos serão responsabilizados.

Neste sábado, uma multidão prestigiou Bolsonaro no grande evento realizado em Balneário Camboriú/SC. Um mar de patriotas, vestidos de verde e mararelo, lotaram a orla. Para toda pesquisa eleitoral mentirosa da mídia, daremos a resposta na rua, em massa, num ato de pura fidelidade ao Presidente que não vacila.

O procurador Anselmo Lopes, do MPF em Brasília, apresentou uma ação civil pública para que a Caixa indenize a Funcef em R$ 5 bilhões. A cifra é equivalente ao prejuízo provocado ao fundo de pensão dos servidores da Caixa em investimentos ilícitos durante a gestão do PT. Mas a fatura desta conta não deveria ser endereçada ao Lula?

Fica cada vez mais evidente, é só isso que a esquerda sabe fazer, DESTRUIR! Mas ainda bem que alguém se levantou neste país para RECONSTRUIR.

É impossível falar da trajetória de vida do Presidente Jair Messias Bolsonaro, sem me lembrar da história de Neemias. Um homem que também não tinha muitos recursos, mas decidiu se posicionar. Quando Neemias fica sabendo que os muros de Jerusalém estavam derrubados, uma tristeza imensurável invade a sua alma (nessa época ele era apenas o copeiro do Rei). Mas não existe cenário desfavorável para um coração disponível à ser usado como instrumento de mudança.

Então eu vejo Neemias se posicionando como um grande lider, armando o seu povo, dando instruções. A bíblia conta que de um lado o povo estava com os instrumentos de trabalho e do outro com as armas. Mesmo com todas as dificuldades, reconstruiram os muros e foram honrados.

Nós também estamos em meio a uma grande obra, reconstruindo. Vão tentar de tudo para nos fazer parar. Mas o que eles não sabem é que à nossa frente está aquEle que usa copeiro para reconstruir os muros de uma cidade, sem deixar brecha; e também usa homem de baixo clero (desacreditado por todos) e o coloca como autoridade máxima de uma nação inteira.

✅ Autor: Rafael Lima

Compartilhe:

Deixe um comentário