O Dia do Agricultor é comemorado para celebrar os profissionais do campo. São eles que movem a economia do nosso país e de outros países.

28 de julho é comemorado o Dia do Agricultor, esse profissional do campo que está diretamente ligado à nossa qualidade de vida. A data foi instituída em 1960, pelo presidente Juscelino Kubitschek com o objetivo de comemorar os 100 anos do Ministério da Agricultura.

Por que o trabalhador rural é importante?
O Brasil é um país muito conhecido pela sua alta produção agrícola.

Segundo a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o Brasil alimenta 10% da produção mundial com sua produção de grãos e oleaginosas.

Além de alimentos, os agricultores são responsáveis pelos insumos e matérias-primas de vários itens do nosso dia a dia: roupas, cadernos, borrachas, móveis, itens para cozinha, combustível, a lista é imensa. A origem de muitos objetos nos levam àquele agricultor que planta, colhe e produz.

O árduo trabalho do campo não envolve somente o trabalho braçal, muito pelo contrário. Para o Brasil se manter no topo da produção mundial, o agricultor precisa entender o mercado, fazer planos, gestão, análises e toda aquela parte burocrática empresarial.

E para aumentar o rendimento das lavouras, a tecnologia é uma grande aliada. Muitos agricultores usam técnicas e equipamentos modernos em sua safra, e isso impulsiona o desenvolvimento de pesquisas no setor.

O agricultor merece um dia só para ele, porque sem o seu conhecimento e sua ocupação, a economia do nosso país e de outros países não seria a mesma.

No próximo ano, o Sicredi seguirá investindo e oferecendo crédito aos agricultores e agropecuaristas.| Crédito: Divulgação
O Sicredi apoia os agricultores

O Sicredi, instituição financeira cooperativa, atua para ajudar seus associados a crescerem em seus negócios e desenvolverem as suas regiões. Por isso, fornece grande apoio aos agricultores, porque sabe que eles são muito importantes para o país.

Além disso, em seu plano Safra de 2022/2023, serão disponibilizados mais de R$ 50,6 bilhões para produtores rurais.

Um aumento de 33% em relação ao ano anterior, que teve investimento de R$ 38,2 bilhões. A projeção é que os recursos serão disponibilizados para aproximadamente 272 mil operações.

A instituição financeira planeja disponibilizar:

R$ 27,6 bilhões para operações de custeio;
R$ 11,1 bilhões para investimentos;
R$ 1,5 bilhão para comércio e indústria;
R$ 10,4 bilhões por meio de Cédulas de Produtor Rural (CPR);
R$ 10,5 bilhões via Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) a pequenos e médios produtores;
R$ 9,6 bilhões via Pronamp (Programa de Apoio ao Médio Produtor Rural).
O Sicredi comemora o Dia do Agricultor ajudando no desenvolvimento desses trabalhadores que estão em todas as regiões de nosso país.

Compartilhe:

Deixe um comentário