PL aciona o TSE contra propaganda antecipada de Lula em sete eventos

O Partido Liberal (PL) acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta sexta-feira, 5, para protocolar sete representações contra o Partido dos Trabalhadores (PT), sobre suposta propaganda antecipada a favor de Lula. Oficialmente, a campanha para as eleições deste ano começa em 16 de agosto.

Segundo o partido do presidente Jair Bolsonaro, o PT infringiu a lei eleitoral em eventos recentes, realizados nas cidades de Brasília (DF), Campina Grande (PB), Fortaleza (CE), Garanhuns (PE), Recife (PE), Serra Talhada (PE) e Teresina (PI).

Nas representações, o PL alega que Lula infringiu uma série de leis eleitorais, ao pedir votos antes do início oficial do período estabelecido pelo TSE, ao listar promessas em caso de vitória e ao usar material típico de candidato em campanha.

O partido de Bolsonaro ainda argumenta que os eventos de pré-campanha do petista têm características de comícios e fazem diversas referências críticas a um candidato opositor — no caso, o presidente da República.

“Das imagens, que contam com grande número de pessoas presentes, bem como com o uso expressivo de bandeiras, banners e cartazes, vê-se o pré-candidato à Presidência da República, numa exaltação típica de candidaturas em sentido material, fazer as mais diversas promessas de campanha — de fim da fome a empréstimo por bancos públicos —, a serem levadas a efeito caso seja eleito”, argumenta o PL, em referência à passagem de Lula por Campina Grande, na quarta-feira 3.

Compartilhe:

Deixe um comentário