Notícias

Globo recebe mais verbas publicitárias do Governo Lula do que a soma de outros 21 grupos de mídia

A fatia da Rede Globo nos recursos da comunicação oficial do governo federal ultrapassou o montante total destinado aos outros 21 grupos de mídia listados. Segundo dados da Secretaria de Comunicação Social (Secom), compilados pela revista Veja, a emissora dos Marinho recebeu R$ 66,1 milhões em propaganda este ano, representando 62,5% do total destinado a emissoras de TV até outubro durante o Governo Lula.

A liderança da Globo se destaca, deixando para trás a TV Record, que recebeu R$ 16,4 mi, e o SBT, com R$ 13,3 mi. Nos anos do governo Bolsonaro (2019 a 2022), a Record liderou os recebimentos, acumulando R$ 272,2 milhões, seguida por Globo (R$ 263,6 mi) e SBT (R$ 232,2 mi).

No ano corrente, os 21 grupos de mídia listados somaram R$ 39,7 milhões em verbas governamentais, equivalendo a 37,5% do total de R$ 105,8 mi destinado pelo Planalto à publicidade.

Comparando os valores distribuídos entre as três principais emissoras durante o governo Bolsonaro, os percentuais ficaram mais equilibrados. Nos anos de 2019 a 2022, a Record obteve 29,5% da verba publicitária, enquanto a Globo ficou com 28,5%, e o SBT com 25,1%. O montante total destinado às 10 principais veículos, nesse período, atingiu R$ 922.229.436.