Dia da Mentira: entenda origem da data e por que é comemorada em 1º de abril

Dia da Mentira: entenda origem da data e por que é comemorada em 1º de abril

E aí, já caiu em alguma pegadinha do Dia da Mentira hoje? Pois é, todo 1º de abril é a mesma brincadeira em diversas partes do mundo: uns inventando histórias e outros acreditando — até perceberem que se tratam de piadas. Mas por que e desde quando existe essa tradição?

+ Brasil Agora: TRE-PR julga hoje ação que pode cassar mandato de Moro

Quem explica é o professor e historiador Odir Fontoura, que apresenta o New-Z na estreia da segunda temporada do programa. É nesta segunda-feira (1º), a partir das 12h, no canal TV Zyn, do SBT.

Segundo ele, uma das explicações mais aceitas é o fato de que nessa época, na Europa, comemorava-se o ano novo, entre 25 de março e 1º de abril. Mas a celebração mudou em 1564, com decreto do rei francês Carlos IX aplicando calendário gregoriano e início de um novo ano em 1º de janeiro.

“Era uma época em que as pessoas estavam saindo do frio, entrando numa estação mais quente, e celebravam a virada. O novo calendário não pegou com a população do campo, rural. E essas pessoas que continuavam celebrando este antigo calendário começaram a ser taxadas de ‘bobas, ‘tolas'”, explica Fontoura em participação no Brasil Agora de hoje, apresentado por Iasmin Costa e Murilo Fagundes.

“E isso evoluiu para o costume de fazer brincadeiras, pregar peças, convidar por carta para festas em endereços que nunca existiram. Isso tomou proporções cada vez maiores, sempre na esfera do lúdico, da piaca, da pegadinha”, continua Fontoura.

Fonte: sbtnews.com.br

Últimas Notícias