Educação

Por que a BNCC pode cooperar para uma futura mentalidade socialista e globalista no país?

De acordo com o Censo Escolar (INEP/MEC, 2018), há 36 milhões de alunos matriculados na Educação Infantil e no Ensino Fundamental, crianças de 0 a 14 anos, correspondendo a aproximadamente 17% da população brasileira.

No final de 10 anos, tempo de validade da BNCC, espera-se que praticamente toda a população abaixo dos 25 anos tenha sido escolarizada em conformidade com a visão socialista (vertentes da Escola de Frankfurt), do universalismo cultural e da Agenda 2030 de desenvolvimento sustentável da Unesco.

Este é um dado que se mostra indispensável para as futuras análises e projeções sociais e políticas do Brasil.

Embora o caldo cultural de hoje indique a tendência de governos de direita ou centro-direita para os próximos anos, o currículo escolar das crianças é montado de maneira a olhar com acentuada criticidade e desconfiança para estes modelos políticos. Efeito que poderá se fazer sentir já na próxima eleição presidencial, quando os alunos que hoje têm 14 ou 15 anos terão idade eleitoral.

Portanto, por mais que os governos direitistas avancem na economia, justiça, segurança, infraestrutura e no comércio… Por mais que ressaltem o nacionalismo e os valores conservadores… Ainda assim poderão sucumbir com a chegada de uma crescente população jovem e revolucionária, com uma nova mentalidade, capaz de operar significativas mudanças sociais, culturais, políticas e religiosas na nação.

continue a leitura na postagem em anexo)

https://deolhonolivrodidatico.blogspot.com/2019/12/o-papel-da-bncc-em-um-voo-de-galinha-da.html

Fechado para comentários.