Sem respeito às Forças Armadas, Ex- presidiário Lula demonstra sua irritação em discurso

Nas últimas semanas, a imprensa noticiou que Lula vem tentando obter acesso aos militares, utilizando seus antigos contatos de sua época como presidente da República. Mas ao que parece, essas tentativas não vem surtindo nenhum efeito, pois ele voltou a esbravejar contra as Forças Armadas.

Durante coletiva de imprensa em Pernambuco, nessa segunda-feira dia 16, Lula vituperou”Se quiser se meter em política, tire a farda, vá virar um cidadão comum e pode ser candidato a qualquer coisa”E, bufão como sempre, afirmou que só conversará com os militares ”quando for eleito”.

“Quando eu ganhar, eu vou conversar porque, aí, eu vou ser chefe deles e vou dizer o que eu penso e qual é o papel deles. Porque a democracia definitivamente não comporta um estado civil governado por quase 6 mil militares que estão em postos de confiança no governo Bolsonaro. Agora, isso acontece também não é por mérito do Bolsonaro, não. É por incompetência do Bolsonaro. É por incompetência.

Quando o cidadão é incompetente ele tenta se escudar na coisa que ele acredita ser o forte. De um lado são os milicianos, ele adora. Ele adora ter relação com essa gente. São milicianos, é aposentado da Polícia Militar, são aposentados das Forças Armadas e eu, sinceramente, acho que o que ele tá fazendo com as Forças Armadas é um desprestígio à instituição Forças Armadas. E eu quero que elas sejam fortes, estejam bem armadas, bem preparadas pra não deixar ninguém meter o bedelho aqui.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.