Chile aprova casamento gay e adoção de filhos por casais homoafetivos

O Senado do Chile aprovou com 21 votos favoráveis, 8 votos contrários e 3 abstenções nesta terça-feira, 7, o projeto de lei que aprova o casamento e a adoção de filhos por casais formados por pessoas do mesmo sexo no país. Após ser votada no Senado, a medida seguiu para a Comissão de Constituição da Câmara Alta e para a Câmara do país, que também aprovaram a medida. A princípio, a lei deveria ter sido votada no dia 30 de novembro, mas, após desacordos envolvendo a lei da adoção, ela passou por mudanças e voltou a ser votada nesta semana. Com a decisão, o Chile se torna a oitava nação da América Latina a aprovar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Brasil, Uruguai, Argentina e Equador são alguns dos outros países nesta vanguarda. Em outras nações, como Venezuela, Paraguai e Peru, casamentos do tipo não são reconhecidos por lei. Agora, o projeto seguirá para sanção do presidente Sebastián Piñera, que nos últimos dias do seu mandato não sinalizou que se oporia à lei.

Compartilhe:

6 thoughts on “Chile aprova casamento gay e adoção de filhos por casais homoafetivos

Deixe um comentário