Queiroga sobe o tom contra Doria: ‘Os paulistas merecem alguém melhor’

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, criticou nesta sexta-feira, 14, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o acusou de usar a vacina contra a covid-19 como “palanque” eleitoral.

Mais cedo, Doria participou da vacinação da primeira criança brasileira contra a covid-19. Todos os imunizantes aplicados no Brasil, inclusive as doses pediátricas, foram totalmente adquiridas pelo governo Bolsonaro.

Pelas redes sociais, Queiroga disse que o tucano acha que esta postura “vai tirá-lo dos 3%”, fazendo referência à baixa intenção de voto que ele tem na disputa à Presidência da República.

“Desista! Seu marketing não vai mudar a face da sua gestão. Os paulistas merecem alguém melhor”, escreveu.

O ministro da Saúde ainda disse que Doria “subestima a população” e afirmou que as vacinas pediátricas chegaram ao Brasil em tempo recorde.

“Logo após autorização da agência reguladora a farmacêutica começou a produzir as doses e garantiu que esse era o melhor cronograma possível. O Ministério da Saúde garante que todos os pais que quiserem vacinar terão vacinas”, concluiu.

No momento da vacinação do menino Davi, de 8 anos, indígena da etnia Xavante, Doria ficou todo o tempo ao lado para ser fotografado. Ao discursar, o tucano aproveitou para criticar a governo federal.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.