Elon Musk afirma que pode morrer ‘misteriosamente’ e indica que Rússia poderia ser a culpada

O bilionário Elon Musk levantou a possibilidade de “morrer de forma misteriosa”, ou seja, de ser assassinado, na noite do domingo, 8; na sequência, compartilhou uma mensagem do que disse ser do ex-vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Rogozin, dando a entender que o país teria envolvimento em sua morte, se ela ocorrer.

https://twitter.com/elonmusk?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1523465632502906880%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.blogdobg.com.br%2F

Se eu morrer em circunstâncias misteriosas, foi legal conhecer vocês”, escreveu. Na sequência postou a mensagem de Rogozin, que hoje é chefe da agência espacial russa, a Roscosmos. “De acordo com nossas informações, a entrega do equipamento Starlink foi realizada pelo Pentágono. Elon Musk, portanto, está envolvido no fornecimento de equipamentos de comunicação militar às forças fascistas na Ucrânia. E por isso, Elon, você será responsabilizado como um adulto – não importa o quanto você se faça de bobo”, afirmou o oficial russo.

O Batalhão de Azov é uma milícia neonazista e nacionalista ucraniana que integra o exército do país. Em resposta a Rogozin, Musk disse que “a palavra ‘nazi’ não significa o que ele pensa que significa” e “que não há anjos na guerra”. A mensagem de Musk ainda irritou a mãe do homem mais rico do mundo, Maye Musk, que disse que o tweet do filho não era engraçado; ele respondeu pedindo perdão e prometendo fazer o máximo para permanecer vivo.

Jovem Pan

Compartilhe:

Deixe um comentário