Crianças possuem baixa taxa de transmissão da Covid, diz Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) realizou pesquisa entre os meses de maio e setembro de 2020 e descobriu que as crianças possuem baixa taxa de transmissão do novo coronavírus.

Participaram do estudo 667 pessoas habitantes de 259 residências de Manguinhos, sendo: 323 crianças com idade de 0 a 13 anos; 54 adolescentes de 14 a 19 anos; e 290 adultos.

Do total de crianças, 45 haviam sido diagnosticadas com Covid-19 em atendimento no Centro de Saúde Escola Germano Sinval Faria, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. A residência das crianças foi monitorada e os adolescentes e adultos que convivem com elas passaram por teste PCR e de sorologia.

Segundo a pesquisa, as crianças com menos de um ano e entre os 11 e 13 anos mostraram infecções mais frequentes e que todas elas tiveram contato com adulto e/ou adolescente com sintomas recentes da Covid.

Dos participantes, 79 crianças (32,6%) e 72 dos 231 familiares (31%) tiveram resultado positivo para a Covid-19, mostrando que já tinham sido expostos ao coronavírus até o mês de setembro.

As 45 crianças que estava em tratamento, 26 delas tiveram contato com um adulto testado positivo, outros 19 casos, os adultos não quiseram realizar o teste para detecção do vírus, mas indicaram terem tido sintomas suspeitos.

O estudo mostrou, então, que a transmissão do vírus tem maior chance de ocorrência sendo o adulto como vetor de transmissão às crianças. Sobretudo, porque as menores de um ano foram mais acometidas, período em que têm maior contato físico com a mãe.

DIARIO DO PODER

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.