UAU! Juíza é pega aos beijos com preso que condenou por morte de policial na Argentina

Uma mulher argentina foi flagrada aos beijos com homem condenado pela morte de um policial em gravação de câmeras de segurança. O caso ocorreu na cidade de Trelew, no sudeste da Argentina, onde o homem que aparece no vídeo matou o profissional na sala de visitas de uma penitenciária, no ano de 2009. Segundo o jornal argentino La Nación, a magistrada Mariel Suárez fazia parte da turma julgadora do crime, que condenou Cristian Bustos uma semana antes da descoberta do caso amoroso. O Superior Tribunal de Justiça publicou uma nota sobre o ocorrido, onde afirma que considera Bustos um criminoso de alta periculosidade e que irá julgar o futuro do cargo de Suárez, além de analisar as possíveis implicações com a lei. 

O julgamento de Bustos ocorreu no dia 22 de dezembro de 2021, quando Mariel votou contra a condenação de prisão perpétua. Uma semana depois, no dia 29 de dezembro, o casal foi pego pelas câmeras de segurança. Em entrevista ao jornal, Mariel Suárez se defendeu das acusações. A juíza afirmou que o vídeo fazia parte de um experimento acadêmico que fazia em conjunto com colegas. “Sou assim naturalmente, sou uma pessoa muito sociável. Não estou fingindo, me relacionei com um detento por assuntos profissionais”, disse ela, que negou vínculo afetivo com o preso. Internautas argentinos pressionam para que a magistrada abandone o cargo. 

Compartilhe:

8 thoughts on “UAU! Juíza é pega aos beijos com preso que condenou por morte de policial na Argentina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.